Pronto, já não é mais um monólogo... Mas sabe que do tempo pouco sei, pois as horas tem sido um falcão a mergulhar atrás de uma presa, do conhecimento. Ana D.Echabe

quarta-feira, dezembro 01, 2010

Mundo louco

"Os olhos dos outros são prisões; seus pensamentos nossas celas."
Virginia Woolf

Serie “il Segreto”

8 comentários:

AC disse...

A segurança de alguns passa pelo aprisionar dos movimentos dos outros...

beijo :)

Lily disse...

Ana,

Vamos por etapas:

1. Casa nova! Gostei muito. Clean & Clear!

2. ADiniz fotografa bem pra caramba! Fotografar diante da luz é para poucos. MA-RA-VI-LHO-SA!

3. As palavras da Virginia Woolf: concordo, mas se permitirmos. A gente se aprisiona porque quer, até a hora que quer. E não me pergunte a razão de assim agirmos...rs!

4.Que música! Que vídeo! Gente criativa é demais. Que doçura este conjunto todo que você criou... é para passar aqui e ficar muito tempo, inclusive parando na letra da música:

"...The dreams in which I’m dying are the best I’ve ever had
I find it hard to tell you
I find it hard to take
When people run in circles its a very very
Mad world
Mad world..."

Há um ditado chinês: "Se tu parares no caminho, senta-te de frente, embora tenhas que ficar de costas para tudo aquilo que já percorrestes."

Então, assim sendo, andar em círculos não é andar para frente e nem estacionar. Andar em círculos é muito doido, muito mau mesmo.

"going no where... no tomorrow, no tomorrow..."

5. "...Went to school and I was very nervous
No one knew me..."

Moça, eu chorei ao virar as costas e sair do colégio onde deixei meu filho em seu primeiro dia de aula, num país diferente, onde as pessoas falavam uma Língua que ele não conhecia. Eu chorei quando me vi longe dele. Imagino tudo que ele sentiu. Mas, ele foi forte todo o tempo. Não chorou. Não reclamou. Aprendeu a Língua e fez amigos, hoje, é estimado por todos (chegam a fazer entrevista com ele para trabalhos de escola/pesquisas).

6. O som do sino, da campainha do colégio chamando pra começar... no início da música, sem palavras...

7. Belo post! Emocionou-me. Nem vou continuar aqui. Vou desligar o pc, só volto à noite.

8. Teu carinho é visível para mim, saiba disso.

Beijos!

Suzana/LILY

Leonardo B. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Leonardo B. disse...

[...e os nossos, são como cadeados.. que abrimos ou não!]

um imenso abraço,

Leonardo B.

Manuela Freitas disse...

Fotografias e músicas sempre muito boas!
Eu gosto muito de Virgina Woolf, tenho todos os seus livros, pelo menos os que foram editados em Portugal. De todos o preferido é o seu diário, um manancial de ideias para reflectir!
Sobre esta frase, eu diria que nunca me ocorreu pensar desse modo, mas a importância do outro é por demais evidente, prende e cativa!!
beijos,
Manuela

sideny disse...

Olá ADiniz

Mundo louco com algumas pessoas bem loucas.

Boa semana.

beijinhos

Valéria Sorohan disse...

O que os outros pensam, não deveria importar.

BeijooO*

Multiolhares disse...

já temos as nossas próprias celas sem grades, não devemos dar demasiada importância ás grilhetas com que nos querem massacrar
beijinhos

Cartão de Visita do Facebook