Pronto, já não é mais um monólogo... Mas sabe que do tempo pouco sei, pois as horas tem sido um falcão a mergulhar atrás de uma presa, do conhecimento. Ana D.Echabe

sábado, fevereiro 27, 2010

PIGMENTS

penetra na terra ...
a lama que leva a larva
ao caminho do
fogo



a essence da alma
que invade os dedos
de um poeta imerso
no silêncio da palavra.
ADiniz

5 comentários:

Su disse...

gostei do que vi e li
voltarei
jocas maradas

Pedrasnuas disse...

HÁ SILÊNCIOS E SILÊNCIOS...HÁ OS GRITANTES!

BEIJINHOS E BOM FIM DE SEMANA

Maria Dias disse...

O silêncio é a pausa que as vezes precisamos para revivermos...Ganharmos fôlego para quem sabe um novo trabalho,um novo poema,uma nova criação e as novas cores virão!

Beijo!

Maria Dias

cristinasiqueira disse...

Etéreo!

"a essence da alma
que invade os dedos"

Lindo!

Passei para lhe agradecer .Postei no www.cristinasiqueira.blogspot.com
Gratidão e você está nas entrelinhas.

Gosto muito de suas composições de arte e literatura.


Com carinho,

Cris

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Todo domingo mando uma música pra começar bem a semana, então espero que esse embalo vá de encontro ao seu coração.

http://www.youtube.com/watch?v=AkrPJMX1a70

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca

-

Cartão de Visita do Facebook