Pronto, já não é mais um monólogo... Mas sabe que do tempo pouco sei, pois as horas tem sido um falcão a mergulhar atrás de uma presa, do conhecimento. Ana D.Echabe

quinta-feira, fevereiro 18, 2010

Bethania por Vinícius

3 comentários:

Duarte disse...

Como muito bem diz Maria Bethania... LINDO.

Isto é ao que chamo poesia viva, saída da alma.

Um forte abraço

Vieira Calado disse...

Obrigado por esta excelente interpretação.

Saudações

Ana disse...

Lindo ...mesmo ! E maravilhosamente dito por Maria Bethania!
A poesia em voz alta ganha alma, sente-se viva ! Adorei !
Um beijo para você, Ana.

Cartão de Visita do Facebook